MUSEUFOLCLORE_LOGO_BALAIO_ICONE-CONTORNO

PRESÉPIOS

As figureiras possuem em sua história dois elementos que se tornaram símbolos de suas artes: presépios e pavões.


As produções dos presépios iniciam meses antes da chegada do mês de dezembro, para que uma grande quantidade de peças estejam prontas, inclusive pela alta demanda de encomendas. Era comum as figureiras marcarem presença nos mercados municipais, praças da cidade e feiras para venderem suas peças na época natalina.

Na composição das obras, além da sagrada família, dos Reis Magos e alguns animais tradicionais, também podemos encontrar o galinho do céu e o gambá.

MUSEUFOLCLORE_LOGO_BALAIO_ICONE-CONTORNO

PAVÕES

O pavão se tornou um importante símbolo de reconhecimento das figureiras. A cor azul é a tradicional em sua representação, acompanhada do vermelho e dourado. Cada artista explora sua criatividade em técnicas e estéticas.

No ano de 1979, Maria Cândida dos Santos (Taubaté/SP) ganhou o prêmio de símbolo do artesanato paulista pela Sutaco (Subsecretaria do Trabalho Artesanal nas Comunidades), aumentando a visibilidade da arte.